Mantenha sua alimentação mais “limpa” e saudável

Se alimentar corretamente e de forma equilibrada nem sempre é fácil e simples diante de tantas opções de refeições tentadoras e calóricas, além dos pratos “rápidos e práticos” que encontramos prontos nas prateleiras do mercado ou nos serviços de delivery. Mas se você conseguir seguir 10 regras básicas poderá ter, sem sofrimento, uma alimentação mais limpa e saudável.

1. Diga “não” aos alimentos processados. Além de ricas em calorias e com pouco valor nutricional, ou seja, engordam e não satisfazem, as comidas industrializadas viciam e aumentam o apetite, provocando ganho de peso e comprometimento da saúde.

2. Evite alimentos com aditivos, como conservantes e corantes, por exemplo, que podem levar ao aumento de alergias na pele e outras doenças, como as causadas pelo excesso de sódio.

3. Não consuma o que estiver embalado, pois os alimentos “in natura” são sempre mais saudáveis.

4. Rejeite os agrotóxicos e, sempre que possível, escolha alimentos orgânicos. A ingestão excessiva e involuntária tem efeito cumulativo no organismo, podendo causar de intoxicações agudas até problemas como paralisias, intolerâncias alimentares, câncer e problemas neurológicos.

5. Não deixe os vegetais de lado e priorize verduras e legumes nas refeições. Além de saudáveis, as opções são ricas em nutrientes e fibras que garantem o bom funcionamento do organismo e promovem saciedade.

6. Não adicione açúcar nos alimentos e bebidas. O alimento há tempos tem sido encarado como grande vilão da dieta e não à toa. Além de oferece calorias vazias ao organismo, ter efeito viciante, e elevar os riscos de obesidade, o consumo em excesso pode causar doenças do coração e diabetes tipo 2.

7. Cozinhe em casa e faça com que o hábito saudável e econômico seja parte da sua rotina. Ao preparar suas próprias refeições, além de diminuir as chances de recorrer ao delivery, você ainda tem maior controle do que come, já que seleciona os próprios alimentos, ingredientes e temperos.

8. Evite exageros nas refeições e aprenda a ouvir o próprio corpo para saber quando está satisfeito de verdade ou quando apenas come por ansiedade, hábito ou gula.

9. Não coma rápido demais e preste atenção à mastigação durante as refeições. Mastigar bem cada garfada não somente faz com que aprecie mais os alimentos como também evita a ingestão exagerada de comida.

10. Não exagere nas proibições e entenda que alimentação leve e equilibrada não é sinônimo de privações que te deixam sempre com fome.