Como aprender a amar exercícios físicos

Existe uma relação de amor e ódio quando o assunto é a prática de exercícios físicos. Exatamente, isso mesmo, há quem ame e não vive sem, e aqueles que odeiam e veem como forma de tortura fazer academia, caminhar, nadar, etc..

Apesar de todos saberem que a prática de exercícios é importante para a saúde, a rejeição é grande. Os exercícios ajudam a controlar ou melhorar doenças crônicas, auxiliam na perda de peso e até mesmo melhoram o humor.

Quando fazemos exercícios, eles podem tanto nos dar energia quanto roubar, através dos estímulos que são enviados para nosso cérebro. Encontrar a motivação para praticar exercícios regularmente pode ser difícil para algumas pessoas, mas aprender a amar as atividades é importante.

A motivação e a prática de exercícios estão intensamente ligadas à um resultado que, infelizmente, não é imediato. E aí aparece a desmotivação quando no primeiro dia de academia, não vemos o ponteiro da balança descer. Ao invés disso, na maioria dos casos, ganhamos dores pelo corpo.

Para reverter esse quadro é necessário tirar o foco do resultado e aprender a amar o exercício em si. Mudar a forma de se exercitar e pensar na atividade física pode te ajudar a gostar das atividades e quem sabe até mesmo fazer amá-las.

Quando fazemos uma atividade física que não gostamos, por outro lado, ela nos rouba a energia. Ao invés de voltar da academia motivados, chegamos fadigados, mal-humorados e com a sensação de derrota.

Há quem ame estar na academia, puxar ferro, andar na esteira ou fazer uma aula de artes marciais ou ainda de dança. Para amar fazer exercícios, é necessário encontrar uma atividade física que goste e que seja capaz de recarregar as nossas energias.

Dicas de como aprender a amar fazer exercícios

  • Escolha um exercício que realmente goste;
  • Seja criativo e respeite seus interesses (atividades ao ar livre ou dentro de um ambiente fechado e seguro);
  • Acompanhe o seu ritmo;
  • Torne seu exercício divertido (escute música ou áudio book para estudos);
  • Diversifique as atividades;
  • Anote os benefícios que está tendo (isso motiva e te mostra de forma concreta seus resultados);
  • Tire uma folga, ou diminua a intensidade, quando se sentir muito cansado;
  • Estabeleça metas atingíveis a curto, médio e longo prazos, elas te motivam;
  • Presenteie-se sempre que alcançar sua meta;
  • Encontre um companheiro de treino;
  • Contrate um personal trainer para te dar consultoria e orientação de como começar;
  • Tenha paciência;

Lembre-se, o mais importante é entrar em ação para sair do sedentarismo, seja qual for a atividade que decidir fazer. Aproveite o dia, mexa-se, divirta-se e seja feliz fazendo a atividade que lhe dá prazer.

Fonte: Gazeta Esportiva