Dicas para aprender a gostar de legumes e verduras

Para aprender a comer de tudo e mudar hábitos alimentares o mais importante é não desistir e saber que demora algum tempo até o paladar mudar e aceitar novos alimentos como chuchu, abóbora, jiló e brócolis, por exemplo.

É essencial aprender a variar a alimentação e arriscar novos sabores, pois mesmo alimentos aparentemente ruins como jiló e brócolis são ricos em nutrientes que melhoram a saúde e bom funcionamento do organismo.

As dicas para aprender a comer de tudo são:

1. Persistir, não desistir

É preciso persistir nas tentativas de gostar de algum alimento, pois é preciso pelo menos 10 a 15 tentativas para que o paladar se habitue e perca a aversão pelo alimento. Não é porque você só provou uma vez, que precisa excluir esse alimento da sua dieta. Experimente novamente depois de alguns dias.

2. Variar as receitas

Deve-se variar o modo de preparo dos alimentos para mudar o sabor e as combinações com temperos e outros acompanhamentos no prato, pois assim você tem mais chances de acertar e agradar o paladar. Por exemplo: Se você não gostou de chuchu cozido, experimenta colocar pedacinhos de chuchu quando fizer carne de panela, por exemplo. Se não gostou da beterraba crua na salada, experimente comer a beterraba cozida e fria na salada ou cozinha-la junto do feijão.

3. Iniciar com pequenas quantidades

Para experimentar novos alimentos ou tentar gostar de algo que normalmente se tem aversão, deve-se iniciar tentando comer em pequenas quantidades. Colocar uma colher de beterraba ou brócolis no prato já é o suficiente para os primeiros dias de tentativa, pois insistir com grandes quantidades pode aumentar ainda mais a rejeição. Uma outra boa dica é colocar um pedacinho do vegetal e bater no liquidificador com suco de laranja, por exemplo. Coe e beba a seguir.

4. Misturar com alimentos que gosta

Misturar um alimento ruim com outro bom é uma ótima dica para aprender a gostar do novo sabor. O alimento gostoso vai ajudar a modificar o sabor da preparação, aumentando a aceitação do alimento ruim. Por exemplo: Se você não gosta de berijela cozida porque acha a consistência estranha, experimenta colocar algumas fatias de berinjela dentro de uma lasanha.

5. Fazer pratos bonitos

Preparar o alimento com uma boa aparência estimula o desejo e a vontade de comer, pois primeiro se come com os olhos. Faça pratos coloridos, com detalhes no formato e adicione molhos para aumentar o apetite. Por exemplo: Se é difícil gostar de saladas, experimente preparar um prato bem bonito com alface, tomate, cebola, rúcula e depois adicione pedaços de frutas que você gosta e regue com um molho de sua preferência. Aos poucos vá diminuindo a quantidade do molho para diminuir as calorias do prato e ir se acostumando com o sabor das verduras.

6. Colocar ervas aromáticas

Além da boa aparência, é importante tentar fazer preparações com um bom aroma, adicionando ervas e temperos que aumentam a vontade de comer, como limão, gengibre, curry, salsa, cebolinho ou coentro. Se puder ter estas ervas em casa, para colher na hora, o aroma será ainda melhor, mas se enquanto estiver cozinhando ficar com um cheiro muito forte, tente diminuir a quantidade que está usando, pois o que importa é o resultado final.

7. Evitar o excesso de alimentos doces e gordurosos

Alimentos doces e gordurosos são fáceis de gostar e viciam o paladar, fazendo com que novos sabores sejam rejeitados. Assim, deve-se evitar o consumo de refrigerantes, fast food e doces para que o seu paladar aprenda a gosta de alimentos com sabores menos intensos.

É fácil fazer uma criança gostar de biscoitos e batatas fritas de pacote e pode parecer difícil fazer com que ela coma frutas, legumes e verduras. No entanto todas estas dicas podem ser usadas para ajudar as crianças a comer de forma mais saudável e nutritiva, adequando seu paladar.

Fonte: Tua Saúde